Categorias
Artigos

O que é a Transformação Digital?

Muito tem se falado sobre transformação digital, mas na pratica o que representa esse movimento e como fazer na sua empresa?

Para falar disso vou nomear aqui dois personas, um deles se chamará W e outro T:

W tem aquele escopo de trabalho ainda tradicional, onde recebe “ordens de cima”, batalha dia a dia para “subir na vida”, tem processos amarrados a planilhas e sabe mais do que ninguém como fazer o famigerado Waterfall rodar com sua equipe.

T, por sua vez é antenado no Scrum e Agile, conforme os papeis e responsabilidades que falei aqui outro dia, ele faz alinhamentos horizontais com Tribos ao seu lado, batalha no dia a dia para evoluir produtos e serviços, tem processos digitais e faseados e se for líder, geralmente trabalha para engajar sua Tribo.

Conforme este pequeno desdobramento sobre as personas já da ter uma noção do que é a transformação digital, certo? Meio certo, por que o buraco é mais embaixo ou em cima, caso sua empresa ainda seja vertical.

Digo isso, pois não adianta pagar caro num coach Agile e mudar a forma como algumas áreas funcionam (TI), se o resto da empresa não mudar. Passei por duas empresas desde 2015, que estavam passado pela transformação digital e foi aquele Deus me acuda. Nesse sentido a palavra certa é Cultura, sem mudanças nesse sentido a proposta de transformar os processo não vão acontecer.

Como fazer a transformação Digital de forma certa?

Para trazer uma luz de como iniciar esta revolução na sua empresa existem dois livros muitos bons no mercado, um deles é o Transformação digital: Repensando o seu negócio para a era digital, escrito pelo David L. Rogers. Ele apresenta uma proposta denominada de “os cinco domínios da Transformação Digital”, onde explora os temas: clientes, competição, dados, inovação e valor. Ele trás uns cases bacanas relacionadas as empresas: GE, Google, Toyota, VISA, SAP e IBM.

Outra literatura legal é do Transformação digital: como a inovação digital pode ajudar no seu negócio para os próximos anos, escrito pelo Felipe Morais. Na sua vez ele trás uma visão mais ampla de mercado e de pontos importantes como como Internet das Coisas (IoT), big data, storytelling, inteligência artificial (IA), omnichannel, fintechs, bitcoin, entre outras. De um modo geral achei esse um pouco mais técnico do que prático, então minha dica é: leia este antes do outro que citei.

Fora estas duas referencias e com base na minha experiencia vivida: tenha paciência! Sério, essa é a melhor dica que posso te dar, independente de você ser analistas ou gestor.

Caso seja gestor cabe ainda uma segunda dica: Vire líder! A ideia do carrasco, que da chicotadas naqueles que param 5 minutos ao longo dia para respirar ou jogar papo fora é passado. Está mais do que comprovado a colaboração trás resoluções melhores e mais saudáveis.

Este é um perí­odo em que você pode se sentir emocionalmente menos estável, por conta do efeito “Lua Cheia” que afeta a todos de uma maneira ou de outra.

Personare

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *